Aplicativo Gremistas
Baixe grátis na Play Store VER

Dirigente critica atuação do árbitro em Pelotas: 'Estava nervoso'

Autor: Gremistas   •   18 de fevereiro/2019    •       •   

Dirigente critica atuação do árbitro em Pelotas:
Reprodução
Presente com a delegação do Grêmio em Pelotas neste domingo, o diretor de futebol Alberto Guerra considerou que o árbitro Jonathan Pinheiro esteve "nervoso" durante a jornada que terminou em 0x0 no Bento Freitas. Da parte do tricolor, as reclamações deram o tom das entrevistas após o empate com o Brasil de Pelotas pelo Gauchão.

Foram duas as queixas principais por parte do líder do Gauchão, que foi a 17 pontos nesta rodada: um possível pênalti no zagueiro Kannemann após escanteio no primeiro tempo e o excesso de rigor na expulsão de Juninho Capixaba, já na etapa complementar.

"Deu para ver que (o árbitro) estava nervoso. No geral ele foi bem, mas no lances capitais, acho que errou feio. Foi o pênalti. No lance da confusão, ele também tentou administrar. Quem merecia o amarelo era o Leandro Leite e o Jean Pyerre. Isso significaria a expulsão do Leandro Leite. Ele deu cartão para outros dois. Na expulsão do Juninho achei um exagero. Ele tentou sair do carrinho. Se pega, seria uma falta muito violenta", comentou Guerra.

Sem tentar ampliar a polêmica, Kannemann deu o ponto de vista sobre o lance em que foi pivô no primeiro tempo. Depois de uma batida de canto, ele foi puxado pelo zagueiro Leandro Camilo e o árbitro nada assinalou.

"Acho que foi (pênalti), eu quis arrancar e ele me segurou com os dois braços. Mas é briga na área, acontece".

Confusões de arbitragem à parte, o Grêmio terá agora uma semana cheia para treinamentos e volta a campo na próxima segunda-feira, dia 25, na Arena, contra o Veranópolis.





VEJA TAMBÉM:
> Eleito o melhor do Rio Ave na Liga Portuguesa, goleiro Léo Jardim será vendido pelo Grêmio
> Santos quer Marinho para liberar zagueiro David Braz para o Grêmio
> Site diz que clube inglês fez proposta para tirar Kannemann do Grêmio


Comentários