Aplicativo Gremistas
Baixe grátis na Play Store VER

Por R$ 42 mi, Tetê seria vendido mesmo se estivesse no profissional, diz dirigente

Autor: Gremistas   •   27 de fevereiro/2019    •       •   

Por R$ 42 mi, Tetê seria vendido mesmo se estivesse no profissional, diz dirigente
Divulgação
A venda de Tetê agitou os bastidores do Grêmio nesta semana. Mas não há motivo para nenhuma polêmica, segundo o vice-presidente de futebol Duda Kroeff, que garantiu que o jogador de 19 anos seria vendido mesmo se estivesse no profissional. Ele chamou de "irrecusável" a proposta do Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, no valor de cerca de R$ 42 milhões.

"Mesmo que ele já estivesse jogando no profissional, se chegasse uma proposta dessa, 10 milhões de euros a vista, seria aceita, pois é irrecusável. Ele foi vendido por causa da oferta muito boa", comentou Duda.

O dirigente não quis criar polêmica em cima das críticas feitas por Tetê às instalações das categorias de base do clube:

"Penso, sim, que alguma coisa deve ser investida na base porque vale a pena. A gente tem excelente estrutura, mas não é perfeita. Pode melhorar, sim. Ele tem razão. O Criciúma eu não conheço, mas ouvi comentários de que é uma excelente estrutura, que os gramados são maravilhosos", avaliou Kroeff depois da vitória do Grêmio por 2x0 sobre o Veranópolis pelo Gauchão.

Além dos 3% fixo para todas as transferências de Tetê, graças ao mecanismo de solidariedade, o Grêmio também terá 15% de uma eventual venda do Shakhtar a um novo clube. O atacante foi a terceira maior venda da história do tricolor.

 





VEJA TAMBÉM:
> Sincero, técnico diz que Juventude está eliminado do Gauchão
> Luan rebate pergunta de repórter: ‘Criticado por quem?’
> Levantamento mostra que Grêmio de Renato já fez quase 30 goleadas desde 2016


Comentários