Aplicativo Gremistas
Baixe grátis na Play Store VER

Com dois de Luan, Grêmio humilha Juventude e praticamente se garante nas semis do Gauchão

Autor: Correio do Povo   •   24 de março/2019    •       •   

Com dois de Luan, Grêmio humilha Juventude e praticamente se garante nas semis do Gauchão
Lucas Uebel / Grêmio FBPA
O confronto entre Grêmio e Juventude na tarde deste domingo no Alfredo Jaconi pela ida das quartas de final do Campeonato Gaúcho mostrou a exata diferença entre o que os dois clubes mostraram na competição. Líder invicto com quase 90% de aproveitamento na fase classificatória, o Tricolor aplicou 6 a 0 no Alviverde, que avançou com o oitavo lugar e menos de 50% dos pontos obtidos na primeira fase.

O Grêmio já dominava a partida e teve seu caminho facilitado com a expulsão de Genílson, que deu uma entrada violenta em Pepê aos 18 minutos do jogo. Melhor time e com um a mais, o Tricolor construiu a goleada com gols de Marcelo Oliveira, Thaciano e Luan (duas vezes), Felippe contra e Diego Tardelli, que balançou as redes pela primeira vez com a camisa gremista.

Com 6 a 0 no Jaconi, Grêmio e Juventude jogarão praticamente em caráter amistoso na Arena na próxima quinta-feira, às 19h15min, na volta das quartas de final. O Tricolor só não irá para a semifinal se for goleado por sete gols de diferença diante de sua torcida. Ou seja, o Grêmio está classificado.

Grêmio desfalcado, mas com domínio

O Grêmio foi ao Alfredo Jaconi para enfrentar o Juventude desfalcado de sua zaga titular. Nem mesmo o primeiro reserva de Renato Portaluppi para o setor, Paulo Miranda, esteve à disposição. Não fizeram falta. O Tricolor quase nada sofreu defensivamente diante do Juventude. A dupla Michel e Marcelo Oliveira teve pouco trabalho em uma partida de amplo domínio gremista.

Não só na defesa que Renato fez mudanças. No ataque, Everton, com a Seleção Brasileira, e Marinho, lesionado, foram desfalques. O treinador apostou em Pepê para o lado esquerdo de ataque e montou o meio-campo com Maicon, Matheus Henrique a Thaciano juntos. Coube a Thaciano o papel de jogar mais adiantado, ora aberto pela direita, ora aparecendo como um segundo meia por dentro ao lado de Luan.

Mesmo tão mexido, o Grêmio foi se impondo facilmente sobre o Juventude. A primeira chance de gol apareceu aos 10 minutos. Pela direita, Thaciano cruzou para André, que acertou um bonito chute de primeira e só não abriu o placar porque Marcelo Carné fez uma grande defesa. Na sequência, Thaciano apareceu como um centroavante na área e desviou para fora após cruzamento de Luan.

Genílson vira vilão e Marcelo Oliveira abre o placar

O jogo era de vantagem para o Grêmio, mas o Juventude conseguiu ter uma chance aos 17 minutos. Após falta batida por Denner, a bola sobrou limpa para Genílson, que acabou mandando para fora perdendo um gol incrível. Genílson já havia perdido essa chance, mas fez pior no minuto seguinte. Ele deu uma entrada violenta em Pepê e levou o cartão vermelho direto.

Com um a mais, não demorou para o Grêmio abrir o placar. Aos 24, Pepê pegou o rebote de escanteio cobrado por Luan e devolveu para a área. Marcelo Oliveira, dominou, girou e bateu para o gol, 1 a 0.

O gol parecia a abertura do caminho para uma goleada ainda no primeiro tempo, mas o Grêmio diminuiu o ritmo. O Tricolor teve todo o controle da partida com posse de bola no campo de ataque, mas foi pouco agressivo para entrar na área do Juventude. O time gremista só criou mais uma grande chance antes do intervalo, apenas aos 44 minutos, quando Maicon pegou o rebote em cruzamento de Thaciano e mandou um chute que passou perto.

Grêmio passeia no segundo tempo

Se nos minutos finais da primeira etapa o Grêmio jogou em ritmo lento e quase não levou perigo para Marcelo Carné, a situação mudou no segundo tempo. Bastou acelerar um pouco para golear o Juventude sem muita dificuldade. Logo aos 6 minutos, a equipe de Renato fez um gol bem ao seu estilo. Troca de passes e inversão de Maicon da direita para André no lado esquerdo da área. O centroavante bateu cruzado e Thaciano apareceu de carrinho para ampliar o placar e coroar sua boa atuação, 2 a 0.

Renato Portaluppi fez duas mudanças após o segundo gol. Diego Tardelli e Alisson entraram nos lugares de Pepê e Thaciano. Mas quem começou a brilhar foi Luan. Aos 10, o camisa 7 fez bela jogada e foi derrubado na entrada da área. Ele mesmo cobrou a falta e, com perfeição, mandou por cima da barreira sem chances para Marcelo Carné, 3 a 0.

Foi de Luan também o quarto gol. E, dessa vez, foi até humilhante para o Juventude. O camisa 7 pegou o rebote do goleiro e escorou com o peito para o fundo das redes. O Grêmio ampliava para 4 a 0 em um verdadeiro passeio no Alfredo Jaconi.

Mas Renato mostrou que queria mais e logo após o segundo gol de Luan mandou o centroavante Felipe Vizeu a campo no lugar do lateral-direito Leonardo Gomes. O Grêmio até diminuiu seu ritmo, só que ainda assim conseguiu marcar mais dois gols.

O quinto gol teve a participação de Diego Tardelli. Ele chutou e o lateral esquerdo Felippe mandou contra aos 42 minutos. Na sequência, Tardelli conseguiu marcar balançar as redes pela primeira vez com a camisa tricolor. Ele recebeu lançamento longo e deu um toque de cobertura na saída de Marcelo Carné para decretar o 6 a 0.





VEJA TAMBÉM:
> Japoneses não gostaram de postagem de Jael e retorno ao Grêmio é 'muitíssimo improvável'
> Bolzan explica os graves problemas enfrentados pelo gramado da Arena
> Presidente do Grêmio alfineta a Argentina após críticas ao gramado da Arena


Comentários