Aplicativo Gremistas
Baixe grátis na Play Store VER

'Nem minha mãe acredita em mim', brinca dirigente depois de ser questionado sobre Everton

Autor: Gremistas   •   11 de julho/2019    •       •   


Lucas Uebel / Grêmio FBPA
Apesar do próprio atacante Everton confirmar que recebeu “consultas” e de que a tendência é que uma proposta oficial seja apresentada nos próximos dias, a direção do Grêmio garante que não está pensando na saída do jogador. Pelo menos agora.

O tom cauteloso adotado pelos dirigentes gremistas tem como objetivo não gerar expectativas antes da oficialização das conversas. Entretanto, as constantes perguntas sobre o futuro de Cebolinha já viraram motivo de brincadeiras internas no clube.

"Nem a minha mãe acredita mais em mim. Não tem nenhuma proposta pelo Everton. O que houve foram muitas ligações, mas proposta oficial para o clube não chegou nada", disse rindo o diretor de futebol Alberto Guerra.

O grande ponto nesse momento é o desejo do Grêmio em valorizar o atacante campeão da Copa América com a Seleção Brasileira. Clubes interessados existem aos montes e a direção está consciente de que pode fazer, como disse o presidente Romildo Bolzan na semana passada, o maior negócio da história do clube. Por isso, a palavra mais utilizada pelos dirigentes é "calma" no momento de conduzir o tema com as equipes europeias.

"O Everton hoje é o melhor jogador do Brasil. Quando ele é vendido aqui, vale x. Quando chega lá fora, vale 10x. Então por que não chegam com esse 'x' todo nos clubes aqui?", disse Renato ao opinar sobre o negócio especulado em €60 milhões (R$254 mi).

Na zona mista, após o empate com o Bahia, Everton ressaltou que existem grandes ligas interessadas no seu futebol e que está feliz pelas possibilidades. Quando questionado sobre a sua preferência, preferiu manter uma postura de neutralidade e aguardar as cifras para que o Grêmio também tenha poder de decisão.





VEJA TAMBÉM:
> Bahia reclama da escalação de árbitro contra o Grêmio: 'Poderia ser evitado'
> Paulo Miranda volta de lesão quatro meses depois e deve ser opção no GreNal
> Por melhoras no campo, gramado sintético é cogitado na Arena do Grêmio


Comentários