Aplicativo Gremistas
Baixe grátis na Play Store VER

Volante Walace é anunciado por clube italiano e deve render bolada ao Grêmio

Autor: Gremistas   •   12 de agosto/2019    •       •   

Volante Walace é anunciado por clube italiano e deve render bolada ao Grêmio
Divulgação / Udinese
Campeão da Copa do Brasil pelo Grêmio em 2016, o volante Walace acertou sua transferência para a Udinese, da Itália. O meio-campista, que estava no Hannover, da Alemanha, foi anunciado pelos italianos nesta segunda-feira.

Walace assinou contrato com a Udinese até junho de 2024. A transação não teve os valores oficiais divulgados, mas o site Transfermarkt informa que o volante custou cerca de 6 milhões de euros (R$ 26,8 mi) à Udinese. 

O Grêmio terá direito à R$ 530 mil dos valores da transação por conta do mecanismo de solidariedade da FIFA. Walace atuou pelo tricolor entre seus 18 e 21 anos de idade e por isso a equipe gaúcha terá direito à 2% do valor total da venda.

Passagem pelo Grêmio

Hoje com 24 anos, Walace foi lançado ao time profissional do Grêmio pelo então técnico Felipão, em 2014. Em 2016 viveu o melhor ano de sua carreira. Sob o comando de Renato, venceu o título da Copa do Brasil, e com a Seleção Brasileira conquistou o ouro olímpico nas Olimpíadas do Rio de Janeiro.

O bom momento, no entanto, não foi o suficiente para que o volante permanecesse no Grêmio. No início de 2017, ao receber uma proposta do Hamburgo-ALE, pediu ao técnico Renato Portaluppi para que intervisse junto à direção gremista para que fosse liberado e acabou sendo vendido por 10 milhões de euros.

Rebaixamentos na Alemanha

Walace não viveu bons momentos na Alemanha. Em seu primeiro ano pelo Hamburgo, acabou rebaixado à segunda divisão local. A turbulência vivida no clube alemão foi tamanha que chegou a ser afastado do elenco principal de jogadores.

Em 2018, foi comprado pelo Hannover. Por lá, recebeu mais oportunidades e foi até mesmo chamado por Tite para a Seleção Brasileira. Entretanto, mais uma vez, acabou sendo rebaixado com o clube para a Série B.





VEJA TAMBÉM:


Comentários