Ir para o conteúdo principal
Futfanatics Gremistas

Borja, Gastón Ramírez e dupla de ex-gremistas: Bolzan atualiza o mercado do Grêmio

Confira as principais falas do presidente Romildo Bolzan Jr

Lucas Uebel/Grêmio

Em uma longa entrevista concedida à Rádio Gaúcha na noite desta segunda-feira, o presidente Romildo Bolzan Jr atualizou uma série de informações envolvendo o mercado do Grêmio. Ele confirmou Borja próximo do anúncio e descartou três nomes: Gastón Ramírez, Pedro Rocha e Rafael Carioca.

Confira as principais falas de Bolzan nesta entrevista sobre cada assunto específico:

Borja:

“Ainda não estamos em condições de anunciar. Faltam detalhes contratuais. É necessário prudência neste momento, não é a única situação que o Grêmio tem em desenvolvimento. É uma negociação difícil. O anúncio deve acontecer amanhã (terça) ou no mais tardar quarta-feira”

Gastón Ramírez:

“O Grêmio falou com ele, sim. Mas com o Gastón não avançou. É um jogador que não joga há três meses. A avaliação da comissão é querer um jogador que chegue com condição de jogo. É o que precisamos. Basicamente dizemos que este jogador foi descartado”

Pedro Rocha e Rafael Carioca:

“Rafael Carioca nós tivemos uma situação, de início do ano, mas não terminamos e não se tem mais esse tipo de conversa. Com Pedro também tivemos uma conversa recentemente, mas não andou”

Matheus Henrique e Ruan:

“Temos, sim, proposta de um clube interessado em ambos. Há uma situação bem avançada. Ainda faltam documentos, temos que ver a posição dos jogadores, também. Um se liberaria agora e o outro no ano que vem. Não há nada definitivo sobre isso ainda”

Ferreira e Rodrigues:

“A mim não chegou nada sobre esses dois jogadores. Não trabalhamos com outras saídas no elenco. Se eventualmente chegar algum clube e depositar a multa, é uma outra situação. Mas contamos com eles para fazer a temporada, para enfrentar a temporada. Pode até existir, mas a mim não chegou nada em relação a valores. Posso dizer que nem Rodrigues nem Ferreira estão disponíveis para saídas neste momento”

Veja mais em Romildo Bolzan.

Comentários