Ir para o conteúdo principal
Futfanatics Gremistas

💰 Os valores envolvendo a renovação de contrato de Ferreira com o Grêmio

Atacante recebe o menor salários entre todos os atletas do time titular do tricolor

Lucas Uebel / Grêmio FBPA

O Grêmio agiliza nos bastidores uma conversa com o empresário Pablo Bueno, que cuida da carreira de Ferreira, para tratar da renovação de contrato do jogador. A ideia é aumentar a multa rescisória do atacante que, hoje, está em um valor muito abaixo do que vale o atleta, segundo entendimento da direção.

O vínculo atual de Ferreira com o Grêmio é válido até dezembro de 2023 e a ideia do clube é aumentar o salário do jogador e, consequentemente, a sua multa rescisória. Hoje, para tirar Ferreira do Grêmio, um clube da Ucrânia, por exemplo, pagaria somente 8 milhões de euros (R$52 milhões).

Para outros mercados como Itália, Espanha e Inglaterra o valor é um pouco maior, contudo, ainda é considerado baixo para um jogador com as características de Ferreira.

Antes de renovar com o Grêmio, o salário de Ferreira era de R$25 mil mensais. Depois da renovação, o valor subiu para R$140 mil (que é o valor atual do salário do jogador).

A proposta do Grêmio é estabelecer um “meio termo” para equilibrar o salário do jogador que, hoje, é titular incontestável do time comandado por Tiago Nunes. Os maiores vencimentos do tricolor, sem contar o atacante Douglas Costa, estão na casa dos R$800 mil.

A ideia da negociação é encontrar um valor que seja justo ao atleta e também ao Grêmio. Dessa forma, renovando o seu vínculo, o jogador receberia mais, teria uma nova multa rescisória e, consequentemente, forneceria uma segurança maior ao clube quanto à permanência do atacante.

Com informações: GaúchaZH.

Veja mais em Mercado da Bola.

Comentários