Ir para o conteúdo principal
Futfanatics

Abrahão reafirma que não pensa em pedir para sair do Grêmio

Dirigente acredita que ainda pode contribuir com o clube

Reprodução / Grêmio TV

Não é de hoje que o vice-presidente de futebol do Grêmio, Denis Abrahão, vem recebendo algumas críticas da torcida por conta do seu trabalho no departamento. A cada tropeço do time em campo os questionamentos aumentam, mas a postura do dirigente é de garantir que fica para tentar ajudar o clube.

Ele voltou a falar do quanto trabalha “por amor” ao time em coletiva dada depois do empate em 1×1 com o Ituano fora de casa pela Série B.

“Eu trabalho por amor ao clube. Não estou fazendo favor a ninguém. Quando entender que estou prejudicando, pedirei para sair, mas não é o que está acontecendo. Tenho que mostrar minha indignação com o que aconteceu hoje, pois também sou um torcedor”, disse, antes de admitir que o “bicho pegou” no vestiário:

Dênis Abrahão e o Grêmio

Abrahão assumiu o futebol do clube no segundo semestre do ano passado no lugar de Marcos Herrmann. Segundo ele, desde lá, embora o rebaixamento, a postura vem mudando:

“O Grêmio mudou já no ano passado. Fomos até a última rodada com possibilidades, sendo prejudicados pela arbitragem em, pelo menos, quatro partidas. Mas a mudança de postura existiu”.

Na segunda divisão neste momento o Grêmio é somente o 6° colocado com 11 pontos, tendo o Criciúma pela frente na quinta-feira em casa às 19h.

Veja mais em Diretoria do Grêmio.

Você pode gostar

Comentários