Ir para o conteúdo principal
Futfanatics Gremistas

Aceitaria a reserva? O que diz Douglas Costa sobre o seu momento no time do Grêmio

Camisa 10 gremista falou sobre a sua fase dentro do time

Lucas Uebel/Grêmio

Com apenas uma assistência em 15 jogos e atuações que ainda não empolgaram torcida e imprensa, o meia-atacante Douglas Costa concedeu coletiva de imprensa nesta quarta-feira colocando o coletivo acima de tudo e até “aceitando” a eventual condição de reserva.

No domingo passado, ele iniciou no banco na derrota de 4×2 para o Athletico e entrou no segundo tempo, quando deu o passe para o gol de Vanderson. Segundo o camisa 10, a sua ajuda acontecerá de qualquer forma na tentativa de ajudar a equipe.

“No decorrer dos anos, fui bastante ansioso e o tempo te ensina que tem momento pra tudo. Independente de ser reserva ou não, o nosso objetivo final é que o Grêmio saia dessa situação. Se depender de mim, farei meu máximo. Se tiver que aplaudir de fora, vou. Se tiver que dar carrinho em campo, vou também. Quero que o Grêmio saia. Não tem desespero, nossas vidas seguem. Quero ter sucesso no clube que eu trato como o do meu coração”, declarou.

Em relação às lesões, sendo que está voltando de uma muscular na coxa, o camisa 10 gremista encarou com naturalidade e garantiu que vai seguir se doando ao máximo nos treinos e partidas:

“Já mexeu mais. Fui para uma Copa e me machuquei dentro dela. Achei que tudo tinha acabado e voltei a jogar na Copa, que era meu sonho. Eu me entrego ao máximo. Me doo ao máximo na fisioterapia e no clube. Tudo para estar em condições de ajudar o Grêmio. Claro que frustra quando tu te sente mais solto e acontece lesão como essa. Mas eu viro a página e tento voltar a ser o melhor de novo. Nada me abala, já passei por muita coisa”.

A tendência é que Douglas Costa volte ao time titular do Grêmio na partida de domingo, 20h30, na Arena, frente ao Sport.

Veja mais em Jogadores do Grêmio.

Comentários