Ir para o conteúdo principal
Futfanatics

Após caso Douglas Costa, dirigente do Grêmio promete “entregar o clube com as contas em dia e na Série A”

Marcos Herrmann concedeu entrevista.

Lucas Uebel/Grêmio

Presente na direção do Grêmio no momento da contratação de Douglas Costa ainda em 2021, o antigo vice de futebol e hoje membro do Conselho de Administração, Marcos Herrmann, relembrou a importância do clube manter as suas contas em dia – o principal motivo da rescisão com Douglas é financeiro.

À Rádio Gaúcha, o dirigente ainda fez a promessa de entregar o clube no final de 2022 na Série A e com as contas em dia:

“A gente não pode perder a responsabilidade com o clube, e temos de entregá-lo da maneira adequada. E vamos fazê-lo. Vamos entregar o Grêmio na primeira divisão e com as contas em dia. Tenho absoluta convicção”, citou.

Herrmann, no entanto, ao falar especificamente de Douglas Costa, admitiu uma certa frustração pelo fato de que o rendimento ficou abaixo do esperado:

“É com tristeza (que vejo a saída de Douglas Costa), porque fizemos a contratação. Ele teve a melhor das intenções, certamente tentou dar o seu melhor e as coisas não aconteceram como ele queria e nem como nós queríamos”, ampliou.

Sobre a rescisão, o Grêmio fará um parcelamento em 48 vezes de cerca de R$ 7 milhões iniciando o pagamento no ano que vem, e todo o dinheiro é por conta do tempo de contrato que foi cumprido. 

Veja mais em Diretoria do Grêmio.

Você pode gostar

Comentários