Ir para o conteúdo principal

Betão, capitão do Corinthians em 2007, fala sobre possível queda do Grêmio: “Futebol dá voltas”

Tricolor terá clima hostil pela frente no domingo que vem

Arquivo / Corinthians

O zagueiro Betão, hoje no Avaí, avaliou que o “futebol dá voltas” em alusão à chance do Corinthians rebaixar o Grêmio no próximo domingo. Os dois clubes se enfrentam às 16h na Arena, em Itaquera, em mais um jogo crucial para o tricolor.

Betão, ainda no início da carreira, era o capitão do time do Corinthians em 2007, que foi rebaixado depois de empatar em 1×1 com o Grêmio na última rodada no antigo Olímpico:

“Estou recebendo mensagens sobre isso, tenho recebido bastante mensagens da torcida do Corinthians, muita gente falando que eu devo estar no estádio para assistir o jogo. Mas é isso, futebol dá voltas. De repente o legal do futebol seja a questão do mundo da bola girar. Tem esse jogo decisivo entre Corinthians e Grêmio, mas pode acontecer antes (a queda do clube gaúcho). A torcida do Corinthians está totalmente na expectativa para domingo”, disse o jogador em entrevista ao SBT.

De tão motivada para a “revanche”, a torcida Gaviões da Fiel soltou nota exigindo vitória do Corinthians lembrando exatamente de 2007:

“Essa despedida (da Arena do Corinthians em 2021) guarda um desses enredos que alimentam o torcedor. No dia mais triste de nossas vidas, estávamos diante desse mesmo adversário, que participou, se orgulhou e tripudiou de nossa tragédia. Assim é o futebol, mas o mundo gira, não é mesmo?”, diz um trecho do comunicado da torcida paulista.

Veja mais em Brasileirão.

Você pode gostar

Comentários