Ir para o conteúdo principal
Futfanatics Gremistas

Bolzan comenta futuro de Felipão e fala sobre discussão entre os jogadores no vestiário

Mandatário voltou a dar entrevista durante esta terça-feira

Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Em sua primeira manifestação pública após a decepcionante derrota de 2×1 para o Sport Recife, na Arena, pelo Brasileirão, o presidente Romildo Bolzan Jr, à Rádio Guaíba, descartou completamente a possibilidade de demitir o técnico Felipão.

Novamente, o mandatário pregou a necessidade de que o clube se mantenha unido em todos os seus segmentos:

“Não existe isso (possível troca). Sinceramente, o que temos que fazer é buscar a solidariedade. Não é de um agente só. É de todos. Direção, comissão técnica, dos jogadores. São os jogadores que resolvem o nosso problema. Com o apoio da direção e da comissão. A torcida também é fundamental. Não é momento de fazer situação divergente e comprometedora do ambiente. Temos que nos organizar para buscar as soluções”, citou.

Bolzan não negou ter ocorrido discussão de jogadores no vestiário após a derrota de domingo, mas tratou com normalidade:

“O que aconteceu no vestiário após o jogo é absolutamente normal. Ser humano que fica indiferente em derrotas está equivocado. A indignação faz parte desses momentos. Olho no olho, conversa cara a cara. O que aconteceu, aconteceu. É fato consumado”.

Em 18° lugar com 22 pontos, o Grêmio volta a jogar nesta quarta-feira, 21h30, em casa, frente ao Cuiabá.

Veja mais em Romildo Bolzan.

Comentários