Ir para o conteúdo principal

Bolzan pede “gremismo” em alta e considera 2021 um “acidente” na história do clube

Discursos marcaram a reapresentação do Grêmio nesta segunda

Reprodução

Discursos marcaram a reapresentação oficial do Grêmio nesta segunda-feira, como por exemplo o do presidente Romildo Bolzan Jr, que enfatizou o fato de o clube ter só três competições no ano e pediu “gremismo” em alta a todos para superar os obstáculos.

Ao se referir ao que aconteceu em 2021, como a triste queda de divisão, Bolzan mencionou “acidente” para resumir os fatos:

“Será um ano mais breve. Em novembro tudo estará terminado por causa da Copa. Excepcionalmente, vamos disputar três campeonatos. Nenhuma sul-americana. Não há problema. Vamos ter que fazer a nossa prova de gremismo, de orgulho e de fé. Vamos provar que 2021 foi um acidente. Não é possível nos conformarmos, mas é possível reformar o que a gente errou e refazer as coisas com vitórias. Estamos todos juntos como sempre tivemos”, apontou o mandatário, que fará necessariamente o seu último ano de gestão.

Em nome da diretoria, quem também falou aos jogadores foi o vice-presidente de futebol Denis Abrahão:

“Desafio a gente enfrenta e a gente vai pra frente dele de cara aberta. A maioria de vocês me conhecem. O problema é comigo e vai continuar sendo comigo. Comprem a parada dentro do campo, que lá fora é comigo. Muita luta, garra e determinação. Essa é a verdadeira cara do Grêmio. Um clube campeão mundial que vai buscar isso novamente. O que passou é passado e o que nos preserva é o futuro. Vamos em frente”, colocou.

Veja mais em Romildo Bolzan.

Você pode gostar

Comentários