Ir para o conteúdo principal
Futfanatics Gremistas

Cafú desabafa e diz que trabalho de Jorge Jesus no Flamengo é igual ao de Renato no Grêmio: “Qual a diferença?”

Ex-lateral vê o técnico do Grêmio com potencial de treinar a seleção brasileira

Jorge Jesus (E) e Renato Portaluppi (D)

Campeão da Copa de 2002 sendo o capitão da Seleção Brasileira, o ex-lateral Cafu não aprovaria um treinador estrangeiro na vaga que hoje ainda pertence a Tite. Em entrevista ao Expediente Futebol, do Fox Sports, ele fez elogios a Renato Gaúcho e colocou o gremista no mesmo patamar de Jorge Jesus, do Flamengo.

Cafu entende que, em uma futura saída de Tite, Renato poderia ganhar uma oportunidade por parte da CBF.

“O trabalho que o Jesus fez no Flamengo é idêntico ao que o Renato Gaúcho fez no Grêmio nos primeiros dois anos. Por que não dar uma chance para o Renato Gaúcho se o Tite sair? Temos os nossos que são bons pra caramba”, avaliou.

O antigo lateral deixou claro que aprova a maneira como o Flamengo vem jogando e que Tite merece, por exemplo, iniciar as Eliminatórias:

“Por que teríamos que ter um treinador estrangeiro na seleção brasileira? O Flamengo hoje, em termos de clube, é uma referência jogando futebol. O que o Jorge Jesus vem fazendo é de se aplaudir. Tem plenas condições de repetir as conquistas do ano passado. Comparo este Flamengo ao São Paulo de 92-93, em que eu atuei, que ganhou muita coisa”, disse, antes de concluir:

“Primeiro, não gostaria que o Tite saísse. Até porque as Eliminatórias nem começaram. Sou completamente contra interromper um ciclo de Copa do Mundo. Se o Tite saísse, eu não concordaria com um treinador estrangeiro. Nós ganhamos cinco Copas do Mundo com treinador brasileiro, jogando o melhor futebol do mundo. Fase ruim todo mundo passa”.

Veja mais

Comentários