Ir para o conteúdo principal
Futfanatics Gremistas

Caio Henrique admite “sonho” de estar nas Olimpíadas, mas pede foco total na saúde

Situação dos Jogos Olímpicos de Tóquio gera impasse com trio gremista

Caio Henrique, lateral-esquerdo do Grêmio — Lucas Figueiredo / CBF

Assim como Pepê e Matheus Henrique, Caio Henrique também está com a “situação olímpica” indefinida por conta da decisão do Comitê Olímpico Internacional em adiar os jogos do Japão para o ano que vem. Assim, a participação do trio gremista é incerta.

Isso porque eles nasceram em 1997 e, deste modo, completarão 24 anos em 2021. Como a regra das Olimpíadas no futebol masculino exige atletas até 23 e apenas três acima desta faixa, a participação deles só ocorreria se, excepcionalmente, a organização elevasse em um ano o limite.

“Disputar uma Olimpíada representando o Brasil é o sonho de qualquer atleta, seja no futebol ou em qualquer outra modalidade. É um momento único e que fica marcado na história”, disse o lateral-esquerdo via assessoria de imprensa.

“Mas a situação é séria, em razão do coronavírus. Acredito que a decisão de adiar a competição foi acertada. A prioridade tem que ser o cuidado com a saúde das pessoas e temos que seguir as orientações das autoridades”, acrescentou.

Depois de um ótimo Brasileirão de 2019 pelo Fluminense, Caio foi contratado por empréstimo pelo Grêmio junto ao Atlético de Madrid até dezembro.

Veja mais

Comentários