Ir para o conteúdo principal

CBF não divulga conversa do VAR e do árbitro no pênalti não dado em Elias contra o América-MG

Tricolor se sentiu bastante prejudicado no jogo do Independência.

Reprodução

Na última segunda-feira, a CBF divulgou o único áudio da conversa do VAR com o árbitro Flávio de Souza durante América-MG 3×1 Grêmio no sábado, em BH. Nele, está retratada a decisão de corrigir a marcação de campo do impedimento no gol de Felipe Azevedo, que estava em condição legal no gol marcado logo cedo.

O vídeo publicado pela CBF mostra as linhas sendo traçadas até que Flávio invalida a marcação inicial equivocada de impedimento – veja tudo aqui.

Ainda com o jogo em 1×0 para os mineiros, o Grêmio chegou ao ataque com Elias, que foi tocado pelo goleiro Matheus Cavichioli. O juiz não marcou pênalti, gerando a revolta total tricolor durante e depois da partida.

Quando a CBF informou que divulgaria a comunicação entre o juiz de campo e o VAR, detalhou que somente divulgaria “lances em que o árbitro vai até a cabine de revisão ou quando há uma revisão factual com mudança da decisão de campo”. Por isso, o lance envolvendo Elias sequer teve a conversa divulgada, uma vez que o VAR mostrou concordar com a decisão de campo em não dar penalidade máxima.

Relembre o lance

Confira a explicação oficial da CBF para casos como o de Elias:

“É necessário ressaltar que serão divulgadas, na íntegra, as imagens e áudios das revisões realizadas pelo VAR, ou seja, lances em que o árbitro vai até a cabine de revisão ou quando há uma revisão factual com mudança da decisão de campo. Além dessas, durante uma partida a equipe na sala de operação do VAR realiza dezenas de checagens, a maioria delas de forma silenciosa (sem precisar comunicar o árbitro de campo). Por fins de objetividade, portanto, apenas as revisões serão disponibilizadas”.

Veja mais em Arbitragem.

Você pode gostar

Comentários