Ir para o conteúdo principal

Dênis Abrahão não se assusta com torcida do Bahia: “Só se fosse como a do Grêmio”

Dirigente gremista ainda fez mais elogios ao técnico Vagner Mancini

Lucas Uebel / Grêmio FBPA

O vice-presidente de futebol gremista Denis Abrahão manteve total confiança no time e disse saber como motivar o elenco antes do decisivo jogo diante do Bahia, nesta sexta, em Salvador, às 19h, pelo Brasileirão.

“Amanhã (sexta-feira) vai ter de novo uma conversinha forte, sim, vou ter o que dizer. Ainda tenho pílulas guardadas para motivar eles”, prometeu, em entrevista a Rádio Gaúcha.

A tendência é que o Bahia coloque público recorde na Fonte Nova desde a volta dos torcedores ao estádio, algo que não preocupa Abrahão:

“Se a torcida do Bahia fosse como a do Grêmio, eu estaria preocupado. Porque a nossa é inigualável, apoia do primeiro ao último minuto, e isso nos faz muita falta. Mas a do Bahia, com 20 minutos está resmungando. Se tivermos malandragem e experiência podemos tirar vantagem disso. E estamos preparados para isso, para de uma hora para a outra transformar tudo. Vamos sair com uma grande vitória, consagradora para um novo momento do Grêmio”, disparou.

Por fim, o dirigente voltou a elogiar Vagner Mancini:

“O Vagner é diferente, em relação aos técnicos do meu tempo. Não há tomada de decisão individual por parte dele. Tem participação ativa do grupo de jogadores, e não só de lideranças, mas palavra aberta para todos. É um processo muito participativo envolvendo todos atletas, independente de posições ou idades”.

Você pode gostar

Comentários