Ir para o conteúdo principal
Futfanatics Gremistas

Direção se manifesta sobre opinião política de Renato: “O Grêmio não se mete”

Renato Portaluppi, em entrevista coletiva no Grêmio

Renato em entrevista coletiva — Reprodução

Após grande repercussão, o Departamento de Futebol do Grêmio se manifestou sobre o posicionamento político feito pelo técnico Renato na última sexta-feira em entrevista coletiva. O treinador se declarou um apoiador do atual Presidente da República, Jair Bolsonaro.

“O Grêmio não se mete em política. A opinião do Renato é pessoal. Achei que ele estava brincando quando disse que o Bolsonaro tinha ligado para ele, dei risada. Mas o Grêmio não se mete nisso”, afirmou Duda Kroeff, vice de futebol do Tricolor.

O comandante gremista convidou o Chefe de Estado brasileiro para assistir o jogo do próximo domingo, contra o Palmeiras, em São Paulo. Torcedor do time do Palestra Itália, Bolsonaro não deverá estar presente por conta de compromissos políticos, porém manteve contato com Renato por telefone.

A declaração de apoio ao atual Presidente dividiu opiniões, inclusive dentro do Grêmio. Entretanto, o entendimento interno é que o treinador tem o direito de explanar as suas opiniões, mesmo que o tema seja delicado como o atual cenário político partidário brasileiro.

Veja mais

Comentários