Ir para o conteúdo principal
Futfanatics Gremistas

Dirigente se despede do Grêmio com suposta provocação: “Eles ainda irão provar”

Klauss Câmara fez alusão as capacidades não reconhecidas no clube de Thiago Neves na postagem.

Klauss Câmara, dirigente do Grêmio — Divulgação

O Grêmio confirmou a demissão de Klauss Câmara do cargo de executivo de futebol do clube na última sexta-feira. O profissional se manifestou nas redes sociais agradecendo o período de 21 meses em que esteve a frente da função, mas, para muitos, alfinetou os críticos de seu trabalho.

Um dos motivos que levaram ao desligamento de Klauss foram as movimentações do executivo no mercado de transferências. Ao todo, ele participou de 18 contratações, mas os últimos negócios foram motivos de inúmeras críticas. A principal está em torno do acordo com Thiago Neves, que acabou tendo o seu contrato rescindido as vésperas de uma renovação automática.

“Continuo convicto do valor, potencial e capacidade dos atletas desse grupo. Não só daqueles que aqui estavam, mas também de todos que chegaram nessa temporada ao clube. Eles ainda irão provar isso”, disse o dirigente em suposta alusão ao meia que acertou com o Sport.

O Grêmio já substituiu Klauss Câmara com soluções internas. Marcelo Rudolph, antigo Supervisor de Futebol, assumiu as responsabilidades administrativas da função. Enquanto a parte mais técnica, ligada as negociações, ficarão a cargo de Paulo Luz, vice de futebol.

Veja mais em Diretoria do Grêmio.

Veja mais

Comentários