Ir para o conteúdo principal
Futfanatics

Ex-Grêmio, Renato chora após perda do título com o Flamengo e fala em tom de despedida

Perseguido pelos torcedores, o treinador não deve permanecer para 2022.

Reprodução / TV

Após a perda do título da Libertadores com o Flamengo no último sábado, o técnico Renato Portaluppi, ex-Grêmio, chorou com os jogadores no vestiário e falou em tom de despedida.

O time carioca foi superado pelo Palmeiras, na prorrogação, pelo placar de 2 a 1. A equipe paulista sagrou-se campeã e entrou para o seleto grupo de tri-campeões do torneio continental.

Bastante criticado pelos flamenguistas, Renato afirmou, em meio as lágrimas, que já admirava o elenco de jogadores do Flamengo, mas passou a admirar ainda mais depois que assumiu o comando do time. As palavras ditas pelo treinador soaram como despedida.

“Quando eu estava no Grêmio, achava que esse grupo era f…. Agora, vi que vocês são muito mais do que eu achava. Peço desculpas por qualquer coisa, aos que não dei oportunidade. Mas foi um prazer trabalhar com vocês”, disse o treinador.

Renato tem contrato com o Flamengo até dezembro deste ano e não deve permanecer para 2022. O treinador passou a ser perseguido pelos torcedores do clube carioca ainda mais após o jogo contra o Grêmio, onde alguns o acusaram de “aliviar” para o ex-clube. Um torcedor, inclusive, entrou contra Renato no STJD.

Você pode gostar

Comentários