Ir para o conteúdo principal
Futfanatics Gremistas

Felipão indica que pode utilizar Campaz quando precisar de equipe mais ofensiva

Meia colombiano tem ficado apenas no banco de reservas.

Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Mais uma vez ausente do time do Grêmio, acompanhando toda a derrota de 4×2 para o Athletico do banco de reservas, Jaminton Campaz só será escalado quando o time tiver a necessidade de ser mais ofensivo. Ao menos esta foi a indicação feita pelo técnico Luiz Felipe Scolari em coletiva pós-jogo.

Em sua resposta sobre o colombiano, Felipão negou estar acontecendo qualquer tipo de problema interno e garantiu que o meia vem trabalhando “igual os outros”:

“Depende de como vamos jogar e vamos nos posicionar em campo. Se nós tivermos uma situação de precisar jogar com ofensividade total, mesmo correndo riscos, pode ser que a gente faça isso. Mas vamos tentar ser equilibrados. Que significa botar os jogadores corretos para determinado jogo sem pensar em nome A ou nome B. Campaz é um jogador, assim como outros, que tem possibilidade de entrar no time no início ou no decorrer dos jogos. Não tem nada de diferente dos outros. Ele está trabalhando para isso”, disse o técnico.

Em outro trecho da coletiva, Felipão ironizou uma pergunta sobre suposta falta de ofensividade e lembrou o mau começo de campanha do clube:

“O Grêmio ofensivo fez 2 pontos em 24. Foi maravilhoso. O que temos que ser é um time equilibrado. Se pensarmos o que temos que fazer porque os torcedores querem ganhar de 5×0, não dá. Não é o Flamengo o nosso adversário. E não é só o Flamengo que é qualificado. Todos do Brasileirão têm qualificação. Neste momento nós nos igualamos com alguns times pois começamos muito mal a campanha. Temos que conviver com as dificuldades e a torcida do Grêmio tem que conviver com essa parte também. Precisamos respirar melhor daqui sete, oito jogos. Infelizmente pegamos uma situação difícil no início”, colocou.

Agora, o Grêmio fica no 18° lugar na tabela do Brasileirão e recebe o Sport Recife, na Arena, no domingo, às 20h30.

Veja mais em Felipão.

Comentários