Ir para o conteúdo principal
Futfanatics Gremistas

Felipão joga a toalha na Copa do Brasil e assume a responsabilidade pela goleada

Treinador do Grêmio protegeu o seu grupo de jogadores

Lucas Uebel/Grêmio

Sincero, o técnico gremista Luiz Felipe Scolari confirmou ter responsabilidade “total” pelo amargo resultado de 4×0 para o Flamengo, na Arena, nesta quarta-feira, pela ida das quartas de final da Copa do Brasil. O resultado gerou um sentimento até de vergonha para a torcida gremista pós-jogo.

“Total (responsabilidade pela goleada). Fui eu que escalei e que substituí. Se existe alguém culpado sou eu. É normal, sou o treinador, faço minhas escolhas, bem ou mal, mas faço. As vezes dá certo, ótimo, e se não dá, eu sou o treinador”, comentou.

Para Felipão, o Grêmio precisa se recuperar no Brasileirão para logo sair do Z4, descartando as chances de reviravolta épica no Maracanã no dia 15 de setembro:

“A partir de amanhã temos que viver nossa realidade. Na Copa do Brasil infelizmente estamos praticamente fora. Melhorarmos nosso espírito, mudar todo nosso espírito pro jogo de sábado, voltarmos ao foco que tínhamos nos jogos anteriores. Não deixar contaminar esse momento que tivemos nesses 45 minutos”.

Em avaliação do que gerou a goleada construída no segundo tempo, Felipão avaliou que o time gremista “desarvorou” logo após o primeiro gol flamenguista:

“O que determinou nosso fracasso foi o primeiro gol do Flamengo. Neste momento, nós 11×10, ter feito um grande primeiro tempo, acredito que foi um momento que todo mundo desarvorou. Tivemos a oportunidade de empatar, mas depois o Flamengo foi altamente superior”, terminou.

Veja mais em Felipão.

Comentários