Ir para o conteúdo principal
Futfanatics Gremistas

Flamengo vive impasse quanto a possibilidade de público para jogo contra o Grêmio

Primeiro jogo não teve torcida na Arena e, por isso, o jogo do Maracanã deve ser com portões fechados.

Lucas Uebel / Grêmio FBPA

A prefeitura do Rio de Janeiro liberou a presença de público nos estádios do estado a partir do dia 15 de setembro, data em que Grêmio e Flamengo se enfrentam no Maracanã pelas quartas de final da Copa do Brasil. A possibilidade de torcedores para o encontro está causando polêmica.

Para os confrontos da Copa do Brasil, ficou acordado entre clubes e CBF pela não presença de público nos estádios. Além disso, a primeira partida, que aconteceu na Arena, em Porto Alegre, não contou com torcedores.

Um trecho de um documento da CBF explica melhor o regulamento quanto a presença de torcedores nos jogos da Copa do Brasil. Confira.

Em partidas ida e volta, no caso de um dos clubes envolvidos não ter autorização pelo órgão sanitário local para receber público no estádio, ambas as partidas não terão público. Exemplo: Clube A da UF 1 tem permissão pela autoridade sanitária local para receber público máximo de 20% do estádio, enquanto Clube B da UF 2 não tem permissão pela autoridade sanitária local para receber público (0% do estádio). No caso de confronto entre as equipes em formato eliminatório ida e volta, nem Clube A nem Clube B poderão receber público nos seus respectivos estádios“.

O Flamengo terá três jogos-teste para ver como funcionará o retorno do torcedor ao estádio. Confira algumas regras que devem ser estabelecidas nos jogos:

  • Limite de 35% da capacidade do estádio (24 mil, no caso do Maracanã);
  • Distanciamento e uso de máscara;
  • Apresentação de comprovante de vacinação e teste negativo com o prazo máximo de 48h.

Veja mais em Copa do Brasil.

Comentários