Ir para o conteúdo principal

Geral do Grêmio detona gestão Bolzan em novo comunicado oficial: “Cartilha da queda”

Torcida gremista não vem gostando das ações de Romildo Bolzan

Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Insatisfeita por uma suposta falta de esforço do Grêmio em liberar a entrada de instrumento musicais contra o São Paulo, na Arena, nesta quinta-feira, 20h, a torcida Geral soltou nota oficial criticando a gestão Romildo Bolzan e “sugerindo” que o clube está seguindo uma “cartilha do rebaixamento”.

“O clima de jogou a toalha do Grêmio é nítido e apenas confirma a cartilha do rebaixamento. Precisando vencer os últimos três jogos, o clube sequer mobilizou-se para garantir a entrada da banda na partida de hoje, em casa, contra o São Paulo, tampouco disponibilizou ingressos gratuitos aos sócios. Sócios estes que, mesmo com todas as dificuldades, contribuíram com o clube durante toda a pandemia. O clube também não foi capaz de possibilitar ao torcedor promoção que o motivasse a lotar a Arena nesta importante decisão”, diz a Geral.

A torcida também reclama da “desmobilização” do clube, mesmo que matematicamente exista chance de permanência na Série A:

“Embora não estejamos matematicamente rebaixados e embora tenhamos a certeza de que a torcida jamais abandonará o nosso Grêmio, a segunda divisão poderá ter o carimbo da péssima gestão de Romildo Bolzan no relacionamento com os sócios e os milhões de gremistas espalhados pelo mundo. Nós, que já vivemos momentos ímpares de mobilização, somos obrigados a assistir um cenário de desmobilização total e descrédito ao torcedor, que sempre esteve e estará ao lado do Grêmio. Sem instrumentos, sem banda, a nossa voz hoje será o último suspiro de apoio ao melancólico clube que se tornou o Grêmio”.

Veja o post da torcida:

Veja mais em Romildo Bolzan.

Você pode gostar

Comentários