Ir para o conteúdo principal

Grêmio explica caso de Kannemann e revela injeções até para zagueiro conseguir treinar

Experiente zagueiro gremista tem tido problemas físicos recorrentes.

Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Escalado previamente para enfrentar o América-MG nesse sábado fora de casa, o zagueiro Walter Kannemann deu lugar a Ruan no aquecimento do jogo. Ele voltou a sentir dores no quadril e ficou no banco de reservas acompanhando a derrota de 3×1, que amplia o drama gremista no Brasileirão.

Após o jogo, tanto o técnico Vagner Mancini quanto o vice de futebol Denis Abrahão lamentaram a situação vivida pelo argentino:

“O Kannemann está há um bom tempo jogando no sacrifício. Esta é uma dor difícil de ser diagnosticada antes do jogo. Depende do que ele faz naquele dia. Às vezes ele precisa de injeção até nos treinos. Ele precisa de uma intervenção e ele vai fazer, mas neste momento temos que entender o que vem acontecendo e temos jogadores de sobreaviso”, colocou Mancini.

Abrahão, mesmo também defendendo Ruan, colocou que a ausência de Kannemann contribuiu para a derrota:

“Hoje nosso grande zagueiro se machucou no aquecimento, sentiu. Já vem sentindo o quadril há tempo. Isso não é desculpa, é realidade. Ele machucou e ficamos sabendo cinco minutos antes da partida. O Ruan entrou mal? Não, mas vocês sabem que a dupla Geromel e Kannemann é diferente”, citou o dirigente.

Os 7 jogos restantes do Grêmio no Brasileirão:

  • Bragantino (Arena) – 16/11
  • Chapecoense (Arena Condá) – 20/11
  • Flamengo (Arena) – 23/11
  • Bahia (Fonte Nova) – 26/11
  • São Paulo (Arena) – 02/12
  • Corinthians (Neo Química Arena) – 05/12
  • Atlético-MG (Arena) – 09/12

Veja mais em Jogadores do Grêmio.

Você pode gostar

Comentários