Ir para o conteúdo principal
Futfanatics Gremistas

Grêmio foi contra medida que limitou a troca de treinadores no Brasileirão

Clube foi um dos nove que votou contra nova regra da CBF.

Lucas Uebel / Grêmio FBPA

O Grêmio foi um dos clubes que votou contra a regra que limita o número de trocas de treinadores no Campeonato Brasileiro de 2021. A medida foi anunciada na última quarta-feira (24) pela CBF e causou polêmica.

Ao todo, nove clubes se manifestaram contra a norma, com destaque para Grêmio, Flamengo e Athletico-PR. Os demais considerados grandes foram a favor da determinação. A nova regra, vale destacar, vale apenas para o Brasileirão da Série A.

Quem votou a favor

  • América-MG
  • Atlético-MG
  • Chapecoense
  • Corinthians
  • Fluminense
  • Internacional
  • Palmeiras
  • Bragantino
  • Santos
  • São Paulo
  • Sport

Quem votou contra

  • Grêmio
  • Athletico-PR
  • Atlético-GO
  • Bahia
  • Ceará
  • Cuiabá
  • Flamengo
  • Fortaleza
  • Juventude

Entenda a limitação na troca de treinadores

De maneira objetiva, as equipes só podem demitir o técnico uma vez. Da mesma forma, os treinadores só terão direito de pedir demissão em uma única oportunidade.

Para o caso de um time que demita um treinador pela segunda vez, ele terá que efetivar um membro do próprio clube, que esteja há mais de 6 meses na equipe, ao cargo de treinador.

Veja mais em Futebol brasileiro.

Comentários