Ir para o conteúdo principal
Futfanatics Gremistas

Grêmio quer técnico brasileiro e Copa Sul-Americana não será prioridade

Romildo Bolzan quer técnico brasileiro porque o foco será em competições nacionais.

Lucas Uebel/Grêmio

De todas as incertezas do Grêmio para a temporada de 2021, uma coisa é certa: o novo treinador não será estrangeiro. E quem confirma a informação é o próprio presidente Romildo Bolzan.

O mandatário justifica a opção por um técnico brasileiro ao fato de que o clube irá priorizar as competições nacionais, ao contrário de temporadas anteriores, quando a Libertadores foi prioridade. A Copa Sul-Americana, por tanto, ficará em segundo plano.

“Vai ser (um técnico) brasileiro. Na discussão que fizemos, o treinador tem que ser brasileiro, que tenha vivência no futebol brasileiro, porque os grandes objetivos do Grêmio neste ano se passam necessariamente pelas conquistas no futebol brasileiro (Brasileirão e Copa do Brasil)”, disse Romildo Bolzan.

Dentre todos os nomes já especulados, Tiago Nunes, ex-Athletico-PR e Corinthians, é quem mais se assemelha ao perfil traçado pelo Grêmio na busca por um novo técnico. O clube, inclusive, já iniciou conversas com o treinador.

Comentários