Ir para o conteúdo principal
Futfanatics Gremistas

Jogo contra o Cuiabá pode ser decisivo para permanência de dirigente no Grêmio

Dirigente está bastante pressionado no cargo neste momento.

Reprodução

Após uma nova frustração no Brasileirão, dessa vez com derrota de 2×1 para o Sport dentro da Arena, a pressão ampliou de vez no Grêmio e o vice-presidente de futebol Marcos Herrmann passou a ser um dos principais alvos da torcida.

A Geral do Grêmio, por exemplo, publicou um comunicado em seus canais oficiais pedindo a saída imediata do dirigente, e o repórter José Alberto Andrade, da Rádio Gaúcha, informou que o jogo de quarta, 21h30, em casa, contra o Cuiabá, será decisivo para isso.

“Herrmann está muito pressionado e, quando se fala, com negativa da diretoria, na possibilidade de troca de comando técnico, caso haja um insucesso na quarta-feira (6) contra o Cuiabá, se tem o dirigente mais fragilizado do que o treinador”, informou o repórter da Rádio Gaúcha.

Herrmann também desagradou a torcida ao dar coletiva após a derrota para o Sport e dizer que “talvez” o elenco do Grêmio não seja para ser campeão brasileiro:

“Se o nosso elenco é bom, e nós achamos que ele é bom. Talvez não seja para ser campeão brasileiro, mas é bom o suficiente para sair dessa zona. É questão de trabalho e cabeça no lugar. Cabeça no meio das orelhas, porque jogador de qualidade nós temos”, disse o vice de futebol.

O clube tricolor é 18° com 22 pontos e teria, enfim, saído do Z4 com uma simples vitória frente ao Sport.

Veja mais em Diretoria do Grêmio.

Comentários