Ir para o conteúdo principal
Futfanatics Gremistas

Jornalista da TV Globo critica ausência do VAR no início da Libertadores e diz que Grêmio foi “vergonhosamente” prejudicado

Eric Faria soltou o verbo contra a Conmebol em rede social

Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Em postagem realizada na sua conta oficial no Twitter, o repórter da TV Globo, Eric Faria, disparou contra a Conmebol e contra a Libertadores pelo que aconteceu com o Grêmio na derrota de 2×1 para o Independiente Del Valle nesta sexta-feira, no Paraguai.

Em duelo válido pela ida da terceira fase da “pré”, o Grêmio vencia por 1×0 e fez um gol legítimo com Ferreira, que geraria o 2×0, mas que foi mal interferido pela bandeira Mariana de Almeida, que viu impedimento inexistente.

Para Faria, não faz sentido a Libertadores iniciar as suas primeiras fases sem o VAR:

“O Grêmio perdeu. Mas foi VERGONHOSAMENTE prejudicado pela arbitragem. Um absurdo. A Libertadores é um Frankestein. Fase pré e Fase de grupos sem VAR. Mata-mata com VAR. Mas os erros antes podem arrebentar com um time, como agora. Esse erro em Assunção pode custar muito. Muito”, escreveu o jornalista – veja o post:

De casa e com Covid-19, o técnico Renato Portaluppi viu o jogo e também reclamou do lance em declaração ao UOL Esporte:

“Apesar de todos os problemas que tivemos desde o início da semana, o resultado não foi ruim. Não tivemos tempo para treinar, perdemos vários jogadores e mesmo assim, se não é o erro absurdo da arbitragem no fim do primeiro tempo, a história poderia ter sido outra. Os jogadores lutaram e agora vamos para o jogo da volta”, disse Renato ao site UOL.

O que o Grêmio de Renato precisa fazer para passar de fase na próxima quarta, na Arena, às 19h15

– Vencer por 1×0

– Vencer por 2×1 e ganhar nos pênaltis

– Vencer por dois gols de diferença ou mais

Comentários