Ir para o conteúdo principal
Futfanatics

Jornalista esbraveja contra “reunião de mobilização” feita pelo Grêmio: “É cuspir na cara do torcedor”

Reuniões do Grêmio não resultaram em saídas neste momento

Lucas Uebel/Grêmio

Após o empate em 0x0 em casa diante do Vila Nova, que representou o quarto tropeço seguido dentro da Série B, o Grêmio viveu por parte da sua torcida a expectativa de mudanças, mas uma reunião da direção realizada na segunda-feira decidiu pela permanência de todo mundo.

+ Elenco do Grêmio tem reunião com direção e comissão técnica de Roger antes de treino nesta terça

No fim das contas, a reunião acabou sendo de “mobilização” para que melhores resultados ocorram, algo que irritou o jornalista gremista da Rádio Atlântida, Rodrigo Adams:

“Reunião de remobilização é cuspir na cara do torcedor e da bandeira do clube. Estamos em Junho! JUNHO! Isso era pra ter sido feito logo após o rebaixamento, com o desligamento de todos que fracassaram!”, disparou Adams, no Twitter.

A frase mais emblemática do presidente Romildo Bolzan após a reunião foi a de que o Grêmio a partir de agora vai “mudar não mudando”:

“Como diz o outro, tem uma lógica que acontece de vez em quando: vamos mudar não mudando. Vamos confiar que estamos fazendo um trabalho bom e que tudo isso é uma questão de encaixe. Vamos trabalhar por esse encaixe”, disse.

É neste clima e no 5° lugar da Série B com 13 pontos que o Grêmio visita o Vasco da Gama na quinta-feira, às 20h.

Você pode gostar

Comentários