Ir para o conteúdo principal
Futfanatics Gremistas

Maus resultados no Brasileirão acabam com a paciência de Bolzan: “Não dá mais para perder”

Presidente do Grêmio mostrou visível irritação em Caxias do Sul

Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Depois de seis jogos, dois empates, quatro derrotas e a lanterna do Brasileirão com dois pontos em 18 disputados, o presidente Romildo Bolzan Jr deixou claro em sua coletiva nesta quarta que “não há mais espaço para perder”. A direção do Grêmio, depois do 2×0 aplicado pelo Juventude, manteve o técnico Tiago Nunes e exigiu reação da equipe.

“O fato novo é a capacidade de reação, capacidade de vencer. Não tem mais espaço para perder”, reclamou o presidente em coletiva, antes de falar do momento de transição do clube:

“É um grupo se constituindo. Quando se fala em transição é a expectativa da montagem de um time a partir de contexto novo de jogadores e uma nova comissão técnica”.

Por fim, Bolzan descartou fazer rescisões contratuais com jogadores, mas abriu a possibilidade de o treinador fazer mudanças profundas na equipe:

“Se tiver que mexer vamos mexer e o treinador tem total liberdade para isso (sobre mexer no time)”, ampliou.

Confira as coletivas:

Veja mais em Romildo Bolzan.

Comentários