Ir para o conteúdo principal
Futfanatics Gremistas

Médico da CBF confirma Brasileirão em campo, mas admite que “segurança total não vai ter”

Brasileirão tem a promessa da CBF de ser realizado dentro de campo

Thiago Neves em teste do Covid-19 no Grêmio — Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Ao Fox Sports nesta terça-feira, o presidente da Comissão Médica e de Controle à Dopagem da CBF, Jorge Pagura, confirmou que o Brasileirão – ainda sem data para iniciar – será realizado dentro de campo. No entanto, observou ser difícil garantir segurança total ainda em meio ao coronavírus.

“O presidente Rogério Caboclo já disse: ‘Nós vamos jogar o Campeonato Brasileiro’. Mas com segurança e sem forçar absolutamente nada”, disse, antes de acrescentar:

“Nós, médicos, somos treinados para salvar. Entendemos toda a questão socioeconômica, mas nossa prioridade é a saúde. Quem falar em data, vai errar. O STF delegou às autoridades locais a decisão da reabertura, de acordo com sua curva epidemiológica e com a disponibilidade do sistema de saúde. E o Brasil é um país continental. Não temos data, mas vamos começar, sim”.

O gestor médico da entidade lembrou que nenhum setor da sociedade passará imune ao vírus. E com o futebol não será diferente:

“Está tudo altamente pensado para que façamos as coisas com segurança. Agora, segurança total, não vai haver. Não vai haver no hospital, não vai haver no shopping, não vai haver na loja. Estamos esperando que a curva comece a ficar descendente para sair de uma pandemia e entrar em uma endemia. Ou seja, ficaríamos convivendo parcialmente (com o vírus). Então, não vai ter jeito. Proteção total, só se colocar em uma bolha. Mas vamos ter medidas muito seguras”, concluiu.

Veja mais em Brasileirão e Coronavírus.

Veja mais

Comentários