Ir para o conteúdo principal

“Não temos culpa sobre 2007”, afirma Bolzan sobre reclamações da torcida do Corinthians

Presidente gremista falou sobre o tema durante este sábado

Lucas Uebel/Grêmio

Desde a semana passada, torcedores do Corinthians se mobilizam visando uma vitória para rebaixar o Grêmio neste domingo, às 16h, em SP, entendendo como “revanche” pelo que aconteceu na última rodada do Brasileirão de 2007, ano que marcou o inédito rebaixamento alvinegro.

Na ocasião, os dois times se enfrentaram na última rodada no Olímpico e empataram em 1×1, o que não foi suficiente para o Corinthians por conta da vitória do Goiás por 2×1 sobre o Inter, no Serra Dourada.

O presidente gremista Romildo Bolzan Jr, em entrevista neste sábado à ESPN Brasil, garantiu que ambos os clubes têm boa relação institucional e tirou a culpa do Grêmio sobre o 2007 do adversário:

“É bom dizer isso pra mostrar o que pensa institucionalmente o Grêmio. Grêmio e Corinthians possuem muitas identidades. São clubes de massa, mas corporativamente nos interesses do futebol brasileiro há elementos que nos identificam. Tenho uma relação tranquila com o presidente Duílio”, disse o presidente gremista, antes de terminar:

“Mas o movimento de torcida nem faço coro sobre isso. Aquilo que aconteceu em 2007 foi longe do que é. O Grêmio não foi responsável pela queda do Corinthians, assim como o Corinthians não é responsável pela fase do Grêmio hoje. Cada um responde pela sua realidade”, acrescentou.

Pela atual composição da parte inferior da tabela, o Grêmio estará rebaixado oficialmente se sofrer derrota para o Corinthians.

Veja mais em Romildo Bolzan.

Você pode gostar

Comentários