Ir para o conteúdo principal

Bolzan comenta sobre possibilidade de “mala branca” para adversários de rivais

Reprodução

Somente se dois desses três times a seguir não fizerem mais pontos, casos de Cuiabá, Juventude e Bahia, o Grêmio ainda terá condições de permanecer na Série A. Ainda assim, a direção do clube não trabalha com a possibilidade de dar incentivo financeiro aos rivais que podem ser eventuais “ajudantes”.

“Não pensamos nisso. Sei o que todos os times tem seus objetivos muito claros. Então, não trabalhamos com esta hipótese. O Grêmio sempre quis sair dessa. Tivemos diversas oportunidades para deixar o Z-4, e não conseguimos. Se não fizemos os pontos quando precisávamos, então é justo caso ocorra a queda”, resumiu o presidente gremista.

Já o técnico Vagner Mancini, logo depois do empate em 1×1 diante do Corinthians, admitiu que reservará a noite de segunda-feira para secar os rivais diretos:

“A segunda-feira será diferente. Teremos que acompanhar os jogos. É muito difícil quando precisamos torcer para alguém. Agora teremos que fazer. Sabemos que os nossos concorrentes não podem somar pontos para que a gente chegue na quinta-feira com possibilidades. E é o que acreditamos. Vamos agir dessa forma”, colocou o treinador.

Durante a noite, o Cuiabá recebe o Fortaleza às 20h e o Juventude visita o São Paulo mais cedo às 19h.