Ir para o conteúdo principal

Galvão Bueno: “São Paulo foi o dono da bola, mas o Grêmio foi o dono do jogo”

Reprodução / SporTV

De nada adiantou a posse de bola do São Paulo e o aparente, porém falso, domínio da partida contra o Grêmio pela semifinal da Copa do Brasil, na noite da última quarta-feira, no Morumbi. Pelo menos esta foi a análise de Galvão Bueno sobre o embate de Tricolores.

Conforme o narrador, apesar de o São Paulo ter tido a bola durante quase toda a partida, foi o Grêmio quem dominou as ações do jogo.

“A bola foi do São Paulo, mas o Grêmio foi o dono do jogo. O Grêmio foi o que a torcida gosta de dizer: Imortal, foi Rei de Copas. É assim que a torcida se refere ao Grêmio, e é assim que o Grêmio chega à nona final de Copa do Brasil. E se vencer o Palmeiras, vai igualar o Cruzeiro no recorde de conquistas com seis títulos de Copa do Brasil”, disse Galvão durante o programa “Seleção SporTV” desta quinta-feira.

Com o empate em 0 a 0, após ter vencido jogo de ida por 1 a 0, na Arena, o Grêmio avançou para a decisão da Copa do Brasil, onde irá enfrentar o Palmeiras em dois jogos no mês de fevereiro. Um sorteio irá definir as ordens do mando de campo.

Voltar para o topo