Ir para o conteúdo principal

Grêmio inicia readequação salarial: Geromel teria sido um dos primeiros a aceitar

Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Devido ao péssimo desempenho na temporada passada o Grêmio terá que amargurar a disputa da Série B em 2022. Com a considerável diminuição das receitas e com uma das folhas salariais mais altas do futebol brasileiro é inevitável que adequações financeiras precisem acontecer dentro do elenco gremista.

É o caso de Douglas Costa, por exemplo, que provavelmente, após manifestar o interesse de permanecer no Grêmio deve passar por negociações com a direção para a diminuição do salário mensal, que gira na casa de R$ 800 mil mensais mais bônus.

No entanto, alguns jogadores já estariam cientes e teriam dado sinal verde para que as negociações visando um novo vínculo, com vencimentos dentro do teto estipulado pelo Grêmio, aconteçam.

Um deles teria sido o capitão Pedro Geromel, que também está na lista dos maiores salários do tricolor. De acordo com informações da Rádio Grenal, o zagueiro já teria aceitado reduzir a folha salarial para permanecer.

Aos poucos a diretoria deve chamar os jogadores com salários impraticáveis na série B, para negociar um novo vínculo. Alguns desses atletas podem, inclusive, deixar o Grêmio.

Vale lembrar que durante a temporada 2021, a folha salarial do Grêmio chegou a beirar os R$ 15 milhões. A ideia é chegar próximo aos R$ 8 milhões.