Ir para o conteúdo principal

Jogo contra o Vasco pode marcar despedida de Roger e reinício da era Renato no Grêmio, diz jornalista

Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Em busca de recuperação na Série B, o Grêmio segue adiando os bons resultados e já soma quatro tropeços consecutivos com apenas um gol marcado em maio, mês em que não venceu na competição e ficou fora do G-4. Agora, após o 0x0 fora diante do Vila Nova, é somente o 5° colocado com 13 pontos.

+ Torcida do Grêmio grita “Renato” durante jogo contra o Vila Nova, pela Série B

De acordo com o jornalista Vagner Martins, conforme relato em seu canal no YouTube, o ultimato para o técnico Roger Machado será na quinta-feira, 20h, diante do Vasco da Gama, no Rio de Janeiro. Uma eventual derrota, segundo ele, fará com que a direção convide Renato Portaluppi para voltar.

“Denis Abrahão e Roger Machado teriam sido demitidos em caso de derrota. O presidente Romildo está sofrendo uma pressão enorme para tomar uma atitude e essa atitude tem prazo. Na quinta, o Grêmio pega o Vasco no Rio de Janeiro e já tem ingressos esgotados, uma guerra. Tendência fortíssima que, em caso de derrota na quinta, Roger seja demitido e Renato seja convidado para ser técnico do Grêmio”, disse Vagner.

Roger, na coletiva de domingo, mostrou certa tranquilidade ao falar da sua posição no cargo neste momento:

“Não é só o futebol brasileiro que sobrevive de vitórias. É a premissa de um time de futebol. Quando não vence e tem momento de instabilidade, obviamente que a pressão aumenta. Ela faz parte. Defendemos uma camisa com esse peso e precisamos saber lidar com isso. Tenho capacidade de conseguir administrar melhor esses momentos depois de 30 anos de carreira de jogador e treinador”, argumentou.

Voltar para o topo