Ir para o conteúdo principal

Renato rebate críticas e detona Tiago Nunes: “Ganhou o que?”

Reprodução / Grêmio TV

Bastante incomodado e sem papas na língua, o técnico Renato Portaluppi concedeu entrevista coletiva nesta terça-feira, onde criticou com veemência uma declaração antiga de Tiago Nunes, seu substituto no Grêmio em 2021, que afirmou que os jogadores compensavam a preparação física ruim com a prática de futevôlei.

+ Diego Souza volta a rebater fala de Tiago Nunes sobre futevôlei no Grêmio

Renato ironizou ao questionar quais eram os títulos do antigo treinador e apontou os recentes trabalhos de Tiago Nunes sem sucesso, tanto no Ceará como no Corinthians.

“O Tiago Nunes já tinha feito umas críticas e eu me calei. O que o Tiago ganhou até hoje? Muitas vezes no Grêmio os jogadores pediam para eu acabar o treino porque estava muito puxado. Acho que os oito títulos que ganhei aqui foi jogando futevôlei. Ele esteve três meses no Ceará e Corinthians. Não tinha futevôlei, então”, disse Renato, antes de completar:

“Estou cansado de me calar e ouvir coisas mentirosas. Cada um tem o direito de falar o que bem entender, mas tem que bancar. Por que ele (Tiago Nunes) não falou quando estava aqui? Quando você não consegue as coisas tem que criar desculpas. Toda vez que eu achar que tem que dar folga eu vou dar. Os outros treinadores deram folga também, passaram cinco treinadores por aqui. Eu vou dar folga quando eu achar que tem que dar, mas vou dar títulos também. Muita gente não entende que a folga é necessária”, acrescentou.

Renato responde sobre logística do Grêmio

Outra resposta áspera de Renato foi quanto a logística montada pelo clube para o jogo contra o Sampaio Corrêa, na próxima sexta-feira. O treinador tentou mudar algumas coisas e foi criticado.

“Tem gente que falou que sou o presidente porque faço a logística. Faz a logística quem é capacitado, e quem tem que fazer é o treinador, porque ele sabe os horários das refeições, dos voos, do descanso. Nenhum presidente de clube no mundo se mete na logística. Eu sempre fiz a logística e sempre vou fazer. A logística é minha”, disse.

Com Renato, o Grêmio volta a campo na próxima sexta-feira, dia 30, para encarar o Sampaio Corrêa, às 19h, possivelmente com uma equipe alternativa, poupando os principais jogadores para o duelo diante do CSA, no dia 4 de outubro, em Porto Alegre.

Voltar para o topo