Ir para o conteúdo principal

Roger justifica empate do Grêmio e diz que jogo contra o Bahia foi de poucas oportunidades

Lucas Uebel/Grêmio

O Grêmio segue com apenas uma vitória fora de casa na Série B do Campeonato Brasileiro. O empate sem gols com o Bahia, fora de casa, foi tratado com naturalidade pelo técnico Roger Machado.

+ Torcida repercute empate do Grêmio com o Bahia e detona atuação do time; veja reações

Segundo ele, a principal justificativa para o resultado e o desempenho abaixo do esperado foram as poucas oportunidades de gol:

“Foi um jogo de poucas oportunidades. As trocas que o Ederson (Moreira) fez empurraram o Bahia para a frente, mas a gente teve um bom controle do jogo. Não foi um jogo de muitas oportunidades, mas foi um primeiro tempo muito bom, com maior posse e maior controle. Precisamos valorizar essa atuação, com o resultado contra um adversário que é forte jogando dentro da sua casa.”

Outro ponto abordado na entrevista coletiva pós-jogo foi a volta do atacante Ferreira, que atuou no segundo tempo:

“O Ferreira tinha, tranquilamente, por todo o volume de trabalho dos quase 20 dias desde seu retorno, para jogar 30 minutos muito bem. Poderia ser estender por 45, mas a gente optou por 30. Ele com o “tanque cheio” e os adversários com o tanque vazio” poderia deixar ele na amplitude e ele no um contra um poderia ir bem. É um semestre inteiro de inconstância, e isso tira muito o ritmo do atleta.”

Por fim, Roger ainda deixou em aberto a possibilidade de Ferreira iniciar a partida diante do Náutico, nesta sexta-feira (9). Isso porque Janderson está suspenso pelo 3º cartão amarelo, abrindo uma vaga na equipe titular. O principal candidato a substituto é Elias.

Com o empate diante do Bahia, o Grêmio segue na 4ª posição, com 26 pontos conquistados. O tricolor chegou a 10 jogos de invencibilidade na competição.

Voltar para o topo