Ir para o conteúdo principal
Futfanatics Gremistas

Bolzan diz que Grêmio terá que vender jogadores para manter “fluxo” financeiro: “Tem necessidade”

Romildo Bolzan Grêmio

Presidente Romildo Bolzan - Lucas Uebel / Grêmio FBPA

A direção gremista já começa a projetar 2020 e uma das certezas é sobre a necessidade de negociar determinados jogadores do atual plantel. Vender é a maneira para manter a saúde financeira do clube estável, segundo revelou o presidente Romildo Bolzan, em entrevista a Rádio Globo, do Rio de Janeiro.

O Grêmio precisa vender, sim, tem necessidade. Finalizamos o nosso 3° trimestre com superávit na execução orçamentária, mas tínhamos o planejamento de jogar uma final, seja da Copa do Brasil ou da Libertadores. Não aconteceu isso e o Grêmio terá problemas de fluxos” , avaliou o mandatário Tricolor.

Em 2019, o clube teve a oportunidade de encaminhar um grande negócio envolvendo Everton, mas preferiu manter o atleta na expectativa de retornos técnicos dentro das competições que disputava. As eliminações na Libertadores e Copa do Brasil frustraram os planos e, consequentemente, o reflexo disso apareceu nos cálculos financeiros. Para Romildo, além da necessidade dos cofres, o desejo de alguns jogadores também pesa na tomada de decisão da diretoria.

Está na hora de vender, porque alguns jogadores também desejam. Também está na hora de realizar, inclusive, para ter mais capacidade de investimento no ano que vem”, avaliou.

O objetivo para 2020 é fazer investimentos pontuais. Atualmente, a leitura interna aponta a contratação de quatro jogadores para posições estratégicas da equipe. O Departamento de Futebol mantém conversas frequentes com o técnico Renato Portaluppi, avaliando nomes e possibilidades, mesmo que o treinador ainda não tenha dado a sua palavra sobre uma permanência em Porto Alegre. A ideia da direção é também reforçar o elenco com atletas da base.

Veja mais

Comentários