Ir para o conteúdo principal
Futfanatics Gremistas

Permanência de Renato para a temporada de 2021 ainda é incerta no Grêmio, diz site

Treinador gremista tem contrato válido somente até o fim da temporada

Com o trabalho mais duradouro entre os principais treinadores do Brasil na atualidade, Renato Portaluppi, desde setembro de 2016 no cargo, pode viver outros ares a partir de fevereiro de 2021, quando encerra o calendário das atuais competições. Segundo o jornalista Jeremias Wernek, em coluna no espaço “De Primeira”, do UOL, já há um entendimento interno de “fim de ciclo” em relação ao treinador.

Segundo o comunicador, Renato já não é mais “unanimidade” no Grêmio. Ele tem contrato até dezembro e deverá receber um “aditivo” até fevereiro. Após o prazo, o futuro seria incerto para o comandante.

Renato Gaúcho não é mais unanimidade no Grêmio. O desempenho do time na atual temporada tirou pontos do treinador com o clube e deixa em aberto o futuro. Com contrato até dezembro, ele deve incluir aditivo no vínculo para finalizar a temporada em fevereiro e só. Internamente, a saída de Portaluppi é assunto crescente. Há entendimento de “fim de ciclo”. A leitura de encerramento da parceria já existia antes da pandemia do novo coronavírus. Quando renovou com o Grêmio para 2020, Renato já sabia do possível desgaste em Porto Alegre pelo longo período à frente do clube. Os dirigentes também. Apesar de críticas às escolhas recentes e ao trabalho no dia a dia, os dois lados não cogitam mudanças agora“, diz parte do texto do repórter.

A coluna ainda faz referência à última coletiva de Renato, na segunda-feira, quando fez elogios ao meia-atacante do Bragantino, Claudinho, dizendo que tentaria contratar o jogador em 2021 no clube que estiver: “Não sei se vou estar no Grêmio, não sei se vou estar em outro clube”, ponderou o treinador.

Renato Portaluppi está na terceira passagem no comando do Grêmio e, desde o segundo semestre de 2016, recolocou o clube no caminho dos títulos. Já são sete sob seu comando, com destaque à Copa do Brasil e à Libertadores.


Veja mais em Renato Portaluppi.

Veja mais

Comentários