Ir para o conteúdo principal
Futfanatics

Por retorno à Série A, CEO do Grêmio não descarta abrir os cofres por reforços

Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Pelo objetivo principal da temporada, que é o retorno à elite do futebol brasileiro, a direção do Grêmio não descarta desviar do roteiro e fazer investimentos fora do orçamento previsto para contratações. Quem confirma a informação é o CEO Carlos Amodeo.

+ Em busca de um meia, Grêmio faz consulta por camisa 10 do Flamengo

Em entrevista à Rádio Bandeirantes, nesta quinta-feira, o dirigente revelou uma queda bruta nas receitas do clube por conta do rebaixamento à Série B, mas abriu a possibilidade do Grêmio ir ao mercado em busca de reforços qualificados.

“A gente teve uma queda bruta de 200 milhões de reais. Nosso principal objetivo é retornar para a Série A, e se a gente tiver que fazer um investimento que não foi previsto, vamos fazer, porque esse é o principal objetivo”, disse Amodeo.

Atento ao mercado, o Grêmio espera contratar pelo menos três jogadores a nível de titularidade. Com negociações encaminhadas, o volante Lucas Leiva deve ser um deles. O clube fez sondagens também pelo veterano meia Diego Ribas, do Flamengo.

Você pode gostar

Comentários