Ir para o conteúdo principal
Futfanatics Gremistas

Bolzan critica final única na Libertadores: ‘Coisa de papagaio de pirata’

No que dependesse exclusivamente do Grêmio, a final da Libertadores seguiria sendo disputada em dois jogos e nos respectivos estádios dos dois finalistas. Em 2019, pela primeira vez, o badalado torneio continental terá decisão única, em Santiago, no Chile, algo que desagrada o presidente Romildo Bolzan.

“Coisa de papagaio de pirata. Para que imitar a Europa? Não somos a Europa. Tiram a oportunidade das torcidas vivenciarem aquele momento de uma maneira mais próxima”, criticou durante o programa Debate Final, do Fox Sports.

Para estar no Chile, o Grêmio terá de passar pelo Flamengo nas semifinais dos dias 2 e 23 de outubro – com a decisão da vaga ocorrendo no Maracanã, no Rio de Janeiro.

“O Flamengo é um time fantástico, um elenco fortíssimo. Etapa difícil de passar, assim como também era contra o Palmeiras. O jogo quando se emparelha tudo pode acontecer. Acho uma disputa extremamente difícil para o Grêmio. Mas acredito que quem passar tem grandes de vencer a Libertadores”, analisou.

Pelo Brasileirão, o Grêmio volta a campo no domingo, 11h, diante do Cruzeiro, em Minas Gerais.

Veja mais

Comentários