Ir para o conteúdo principal
Futfanatics Gremistas

Presidente do Grêmio elogia Conmebol por punições do Gre-Nal: “Agiu com bom senso”

Após longa demora, entidade divulgou na última sexta-feira as punições do clássico

Jean Pyerre discute com Bruno Fuchs, do Inter — Divulgação

Depois de uma espera de quase dois meses, a Conmebol divulgou oficialmente na última sexta-feira a pena dos envolvidos na briga generalizada que manchou o Gre-Nal 424, empatado em 0x0 na Arena, pela Libertadores, no último dia 12 de março.

As punições do Grêmio:

Pepê e Caio Henrique: um jogo cada + 1,5 mil dólares

Luciano: 3 jogos + 3 mil dólares

Paulo Miranda: 4 jogos + 3 mil dólares

Para o presidente gremista Romildo Bolzan, desta vez, a Conmebol agiu de forma correta:

“Criou-se um ambiente de um jogo muito importante, o primeiro da Libertadores, passou para todo mundo e teve a repercussão que todos viram. Mas a penalização foi de bom senso, adequada, levando em conta todas as circunstâncias. Nesse momento eu entendo que a Conmebol atuou com bom senso”, disse o mandatário nesta terça-feira ao programa Cadeira Cativa, da Ulbra TV.

Assim, o zagueiro Paulo Miranda, por exemplo, só voltaria na fase de oitavas de final, caso o Grêmio se classifique. A dupla Gre-Nal lidera com 4 pontos o Grupo E do torneio, que ainda não tem prazo definido para retornar.

Veja mais

Comentários