Ir para o conteúdo principal

Renato lamenta morte do amigo Maradona: “Uma lenda”

Treinador gremista tinha amizade com o ídolo argentino, falecido nesta quarta-feira.

Lucas Uebel / Grêmio FBPA | Divulgação / AFA

O técnico do Grêmio, Renato Portaluppi, prestou a sua homenagem ao ídolo argentino, Diego Maradona, falecido nesta quinta-feira em Tigres, na Argentina. Amigo do ex-jogador, o treinador tricolor relembrou o passado que uniu as duas figuras no final dos anos 80.

“O futebol, o mundo, perdeu um gênio, uma lenda. Jogador extraordinário e amigo. Comecei uma amizade com o Maradona em 1988 e por isso guardo com carinho a imagem onde ele cumprimenta todo mundo e se ajoelha na minha frente. Foi um gesto de carinho pela nossa amizade. É um dia triste porque pensamos que os ídolos e os gênio nunca vão morrer. E para mim nunca morrerá”, disse Renato emocionado.

Seguindo a série de homenagens ao eterno camisa 10 da Argentina, o comandante gremista se solidarizou com os familiares de Maradona, que será velado nesta quinta-feira na Casa Rosada, em Buenos Aires.

“Meus sentimentos a família dele. Vá em paz, meu amigo! Você deixará muita saudade. Tive muito orgulho de ser seu amigo, ter dado muitas risadas com você e ter jogado com você”, concluiu.

Veja mais em Renato Portaluppi.

Comentários