Ir para o conteúdo principal
Futfanatics Gremistas

Renato se incomoda com questionamento sobre falta de repertório no ataque: “Pergunta infeliz”

Treinador lembrou que o time finalizou bastante contra o Sport

Getty Images

Ao citar as 31 finalizações que o Grêmio realizou diante do Sport, na derrota de 2×1 para o Sport, na Arena, pelo Brasileirão, o técnico Renato Portaluppi considerou “infeliz” a pergunta do repórter Bruno Ravazolli, da Rádio Guaíba, sobre o repertório de ataque da equipe.

O jornalista questionou se Renato estava de acordo sobre uma possível falta de alternativas e de jogadas diferentes no setor de ataque:

“Respeito a pergunta, mas é uma pergunta infeliz. Encontra as equipes que tem por aí, e encontra uma equipe que tem 31 oportunidades. Se isso não é repertório, eu não sei o que é. Nossos atacantes não foram felizes hoje. Agora, se você acha que não tem repertório com 31 chances, aí fica difícil”, lamentou o treinador do Grêmio.

Sobre a específica derrota sofrida para o Sport, Renato considerou o segundo tempo do Grêmio como “exepcional”:

“Fizemos um excepcional segundo tempo hoje. Se a gente virasse o jogo, estariam todos aplaudindo o Grêmio agora. A gente treina e joga para ganhar. E não vou falar em Caxias, porque o campeão foi o Grêmio. Título gaúcho acabou. É do Grêmio e ponto. E no Brasileirão oscilamos no jogo de hoje, mas fizemos um grande segundo tempo”, concluiu.

Clique aqui para receber todas as notícias do Grêmio em nosso grupo no Telegram.

Veja mais

Comentários