Ir para o conteúdo principal
Futfanatics Gremistas

Ricardinho se emociona em discurso após o Gre-Nal ao lembrar do pai e do avô: “Está sendo difícil”

Jovem atacante Ricardinho perdeu familiares por conta da Covid-19

Reprodução / Grêmio TV

Mesmo após ter perdido o pai e o avô por Covid-19 nos últimos dias, o jovem atacante Ricardinho fez questão de estar em campo para ajudar o Grêmio no Gre-Nal de sábado, na Arena, em vitória por 1×0 pelo Gauchão. Ele inclusive participou do gol ao ganhar uma disputa de cabeça antes da bola ir para Léo Pereira, autor da assistência a Léo Chú.

Depois da vitória, Ricardinho pediu a palavra no vestiário e embargou a voz ao falar de tudo que vem vivendo:

“Eu não podia escolher pessoas melhores para estar do meu lado. Muito obrigado a todos de coração. Agradeço ao Grêmio e à torcida gremista por me apoiar nesse momento, que está sendo muito difícil fora de campo. Sem a força de vocês, de todo elenco, eu não estaria aqui hoje dando orgulho para o meu pai. Obrigado a todos e vamos seguir juntos. Isso aqui é Grêmio, é a nossa vida”, disse o atleta.

O técnico Renato Portaluppi, em sua coletiva de imprensa, deu detalhes de como foi a conversa pré-jogo com o jovem jogador:

“O Ricardinho é um garoto especial. Se entrega, um grande profissional. A gente torce que ele possa vencer na profissão. Ele passou uma semana muito triste. Eu tive uma conversa boa com ele, procurei dar o ombro, para que ele pudesse falar. Eu perguntei se ele queria uns dias a mais de folga, e ele (Ricardinho) respondeu que queria trabalhar, ocupar a cabeça e realizar o sonho do pai e do avô dele de vestir a camisa do Grêmio. Fiquei com vontade de chorar, mexeu comigo isso”, destacou o chefe.

Em campo, Ricardinho tem sido uma das belas surpresas do Grêmio neste início de temporada já com 4 gols feitos.

Veja mais em Jogadores do Grêmio.

Comentários