Ir para o conteúdo principal

Romildo detona arbitragem por expulsão de Jhonata Robert: “Prejudicados de maneira violenta”

Presidente demonstrou insatisfação, mais uma vez, com a arbitragem

Reprodução / TV

O Grêmio conseguiu um empate heroico com o Flamengo, mesmo tendo um jogador a menos, na Arena. O lance da expulsão de Jhonata Robert, no entanto, irritou os dirigentes do clube gaúcho.

Após o jogo, o presidente Romildo Bolzan Júnior não economizou nas críticas ao quarteto de arbitragem que comandou o jogo e garantiu que o Grêmio foi supostamente prejudicado.

“Fomos prejudicados de uma maneira muito violenta, num lance que não cabia nem cartão amarelo, porque foi um lance de choque. Recebi a informação de todos aqueles que estavam no entorno de que o quarto árbitro (Jonathan Benkenstein Pinheiro), gaúcho, é que fez a lambança, a denúncia do lance, e o avaliou equivocadamente”, afirmou o mandatário.

Após a expulsão, o Grêmio acabou sofrendo o segundo gol do Flamengo, marcado mais uma vez por Vitinho. Depois, com Borja e Ferreira, o Tricolor conseguiu o empate da partida.

Veja mais em Romildo Bolzan.

Você pode gostar

Comentários