Ir para o conteúdo principal

Romildo diz que “não há terra arrasada” e vê pontos positivos por recomeço após queda

Presidente não quer “terra arrasada” mesmo após queda para a segunda divisão.

Reprodução

Abatido, porém esperançoso. Assim o presidente Romildo Bolzan concedeu entrevista após a vitória sobre o Atlético-MG e a oficialização do rebaixamento à Série B do Campeonato Brasileiro. Entre os assuntos abordados, o primeiro foi sobre a reestruturação para 2022.

Mesmo com a queda, o mandatário comentou sobre pontos positivos para recomeçar o projeto do Grêmio em 2022, tentando voltar para a elite do futebol nacional.

“Tivemos treinadores de ponta ao longo do ano. Nossas contratações foram de jogadores de seleções, consagrados por onde passaram. Quando eu falo que não há terra arrasada é porque temos pontos positivos para recomeçar”, afirmou o presidente.

O processo de reformulação deve ser pauta nos bastidores a partir do final de semana. O clube pode apresentar saídas do grupo de jogadores e da direção nos próximos dias.

Veja mais em Romildo Bolzan.

Você pode gostar

Comentários