Ir para o conteúdo principal
Futfanatics Gremistas

Romildo relembra polêmica com o River Plate em 2018 e dispara: “Foi um clube vigarista”

Presidente fez duras críticas ao comportamento do time argentino na oportunidade

Lucas Uebel / Grêmio FBPA

O presidente do Grêmio, Romildo Bolzan Júnior, concedeu entrevista ao programa Show dos Esportes, da Rádio Gaúcha, e falou sobre diversos assuntos relacionados ao tricolor.

Em certo ponto da entrevista, surgiu o assunto sobre a polêmica com o River Plate, na Libertadores de 2018, onde o Grêmio foi eliminado.

Romildo não economizou nas palavras e mostrou grande insatisfação com o episódio de Marcelo Gallardo, mesmo suspenso, orientar o time no intervalo de jogo dentro da Arena.

“Uma absoluta transgressão e incapacidade desportiva, um verdadeiro escárnio que o River fez, de trazer o treinador deles no meio do intervalo. Aquilo foi nojento, asqueroso, depreciativo, sem fair-play, de um clube que na verdade foi um clube vigarista, porque se aproveitou de uma situação de incerteza para alcançar seus objetivos. E pior, depois do jogo ainda debochou”, afirmou Romildo.

Na oportunidade, o River Plate acabou sendo campeão da competição sobre o maior rival, o Boca Júniors, em partida que aconteceu em Madrid, na Espanha.

Veja mais em Romildo Bolzan.

Comentários